[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=LTxCpF_C5XM&w=500&h=400]
Se você mora em São Paulo, tem chances reais de pegar uma corrida com o taxista mais sensacional de que já ouvi falar. Isso aconteceu com a blogueira Ludmilla Rossi, que conseguiu fazer este vídeo. Acredite, você não vai querer deixar de ver isso.
Apesar de ser bem arredio com aparições na mídia (ele alega que não quer se tornar muito famoso para não correr o risco de atrair uma demanda que não consiga suprir), o taxista Jaílson não é nenhuma novidade. Desde pelo menos antes de 2007  ele corre as ruas da capital paulista com o seu diferencial: ele não mede esforços para oferecer serviços extras para os seus clientes. E isso geralmente se traduz em tecnologia.
No porta-luvas do seu carro, por exemplo, há um iPad. Qualquer um pode usar, é de graça. E se você trouxe o seu, ou um notebook, ou um smartphone, pode usar a conexão Wi-Fi dele, também sem nenhum custo. Em último caso, também há um telefone que você pode usar para ligar de graça para qualquer lugar do mundo – presumivelmente via Skype.
Seu Jaílson tem também um site. Esse aqui:
Mas antes de tirar barato do visual, digamos, “””retrô”””, observe as funcionalidades. Em um link chamado “Onde Estou“, você pode ver em tempo real onde está o taxi mais legal do Brasil, via Google Latitude – sim, também foi a primeira e única vez que eu vi um uso realmente útil do esquecido serviço do Google. Também há links para serviços que calculam uma aproximação do valor que você vai pagar por uma corrida entre dois pontos quisquer, e, claro, você pode agendar uma corrida usando um dos muitos formulários para os destinos mais comuns. Para terminar, há um link que abre o Skype e liga para ele imediatamente, e outro para enviar SMS gratuito pelo próprio site.
É impressionante ver como um prestador de um serviço de tão básico pode se diferenciar tanto pela simples vontade de agregar valor para o cliente e fugir do feijão com arroz. Nenhum dos extras que o seu Jaílson oferece no seu táxi ou no site é cobrado à parte. Muito pelo contrário, ele com certeza tem custos com muitas dessas coisas. No entanto, ao agir assim ele criou uma verdadeira admiração em seus clientes, que indicam e retornam sempre que precisam. Como listou a senhorita Rossi no link que abriu este post, há muitas lições a serem aprendidas aí, por qualquer tipo de prestador de serviço.
Mas a maior lição, pra mim, foi anotar o telefone desse cara para pegar uma corrida com esse gênio assim que eu puder.
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather